Dia a Dia do Paciente / Efeitos Colaterais

Juliana Conte

Publicado em 18/01/2017

Revisado em 31/03/2017

Dicas para evitar o ressecamento vaginal durante o tratamento

Tanto o tratamento com quimioterápico, quanto o radioterápico podem trazer alguns efeitos colaterais significativos para as mulheres, entre eles o ressecamento vaginal. Infelizmente, é mais comum do que se imagina – cerca de 54% das pacientes que estão em tratamento relatam o desconforto -, principalmente quando estão utilizando o tamoxifeno, utilizado para câncer de mama.

O que acontece é que este medicamento é responsável por inibir a produção de estrogênio, responsável por gerar a lubrificação da vagina. Por isso, os principais sintomas são: ausência de lubrificação, sensação de irritação ou queimação, coceira e diminuição da elasticidade da vagina. O problema é que tais efeitos podem tornar as relações sexuais mais dolorosas e atrapalhar atividades comuns do dia a dia, como se sentar confortavelmente.

Mas, atenção: saiba que é possível amenizar esses sintomas e que você não é obrigada a conviver com eles. Lembrando, inclusive, que após o tratamento, eles desaparecem. A seguir, o ginecologista Ricardo Bruno, da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Estado de Rio de Janeiro, listou algumas dicas que podem ajudá-la:

1. Ao iniciar o tratamento, pergunte ao oncologista qual tipo de hidratante vaginal pode ser mais indicado para você. É importante não deixar o ressecamento se estender, a fim de não gerar uma atrofia;

2. O hidratantes intravaginais ajudam na recuperação da lubrificação vaginal, agindo no aumento do volume de água do tecido celular vaginal e redução do pH propiciando, dessa maneira, melhora do ressecamento;

3. ATENÇÃO: O uso de óleos perfumados, lubrificantes ou produtos que contenham vaselina (como o K-Y)é proibido. Eles podem causar irritação da mucosa vaginal, ardência, alergias e até infecções, levando a problemas mais sérios;

4. Se você tem um parceiro, é importante conversar abertamente sobre o tema, pois é normal neste período não ter vontade de ter relações sexuais. Entretanto, utilizando medicamento correto, é possível amenizar o desconforto.