Dia a Dia do Paciente / Efeitos Colaterais

Paulo Andregheto

Publicado em 29/11/2017

Revisado em 04/12/2017

O que você precisa saber sobre doação de cabelos

doacao cabelo

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, não importa se o cabelo tem química ou é tingido, mas é importante avisar o cabeleireiro que o objetivo do corte é a doação dos fios.

Entre os sintomas mais temidos da quimioterapia está a queda de cabelo, que produz um efeito imediato na autoestima do paciente.

A perda acontece porque a terapia age indiscriminadamente em todas as células do corpo, não apenas nas cancerígenas, atingindo em especial as que se multiplicam com rapidez, como as localizadas nos folículos pilosos. Os tipos de câncer que exigem tratamento mais “agressivo”, como o de mama, leucemias e linfomas, são muitas vezes combatidos com remédios que ocasionam a queda, o que nem sempre ocorre.

Leia também: Dicas sobre crescimento de cabelo após a quimioterapia

A queda dos cabelos não é imediata e começa a acontecer de 14 a 21 dias após a primeira sessão de quimioterapia. Os fios voltam a nascer cerca de 90 dias depois do fim do tratamento, em alguns casos um pouco mais crespos.

Como doar?

Assim, a doação de cabelo pode ajudar pacientes a passarem pelo tratamento sem tanto impacto na autoestima. Algumas organizações, como Cabelegria, Rapunzel Solidária e Banco de Perucas Laço Rosa, já fazem a mediação entre as pessoas que precisam de perucas e as que estão dispostas a doar seus fios.

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, não importa se o cabelo tem química ou é tingido, mas é importante avisar o cabeleireiro que o objetivo do corte é a doação dos fios. O cabelo deve estar totalmente seco e limpo, para não correr o risco de mofar, e preso a um elástico, para assegurar que os fios não se soltem. O corte deve ser feito um dedo acima do elástico.

É importante destacar que o cabelo deve ser seco naturalmente, sem chapinha, escova ou secador. Dificilmente o cabelo de uma única pessoa preencherá uma peruca, portanto é mais fácil buscar mechas de tom semelhante em cabelos naturais, sem tintura. Após cortados, a orientação é que os fios sejam colocados em um saco plástico e que nunca encostem no chão, para evitar a proliferação de micro-organismos, como bactérias e fungos, que podem fazer o cabelo mofar.

Com relação ao tamanho, é fundamental que os cabelos tenham, no mínimo, dez centímetros de comprimento – e 15 centímetros, caso estejam repicados ou cortados em “V”. Tamanhos menores inviabilizam a confecção de perucas – mas, na dúvida, é sempre bom entrar em contato com a instituição que irá receber os fios e perguntar se ela tem interesse em receber tamanhos inferiores.

Informações para contato

Rapunzel Solidária (é possível enviar por correio ou você pode também marcar seu horário para cortar no JJ Cabeleireiros e no Studio Toninha Rocha. 

Amor em Mechas – Há pontos de coleta em todas as zonas da cidade. 

Banco de Perucas Laço Rosa – É possível doar e escolher as próprias perucas no site. Veja -> http://www.fundacaolacorosa.com/banco-de-perucas.php?pagina=3