Câncer / Notícias

4Press

Publicado em 25/04/2017

Revisado em 11/06/2019

Câncer infantil: depois do tratamento, uma nova rotina

escola

Crianças retornam a suas atividades cheias de energia após o câncer.

Gabrielly Vitória Alves de Souza vai fazer 5 anos em julho. Ver a filha crescendo saudável deixa o pai, Paulo Dias de Souza, emocionado. “Ela está ótima, faz de tudo, brinca, tem vida normal. A gente ainda tem um pouco de receio e toma muito cuidado; não deixo ninguém fumar perto dela, ligo para a médica se ela tem febre, mas é vida normal”, conta. Gabrielly teve leucemia e desde novembro do ano passado, quando soube que estava curada, a sua rotina é outra: as constantes viagens à capital paulista para o tratamento deram lugar à escola e aos passeios com a família.

O diagnóstico de leucemia foi feito quando Gabrielly tinha só dois anos e dez meses e abalou a mãe, o pai e o irmão de 15 anos. “Eu e minha esposa ficávamos direto com ela no hospital. Ela sentia muita falta do irmão porque sempre foram muito apegados. Parecia que tinha aberto uma cratera e a gente estava caindo dentro”, desabafa Paulo.

Mas agora, a família está reunida de novo. A pequena Gabrielly ainda faz acompanhamento médico e tem consulta com uma fonoaudióloga a cada seis meses para monitorar eventuais sequelas no ouvido que podem aparecer em decorrência do tratamento que fez. Em casa, o pai conta que a filha acorda cedo todos os dias, escova os dentes sozinha, faz a lição de casa, brinca. “Ela é muito independente”. À tarde, vai para escola e mesmo quando está cansada não quer faltar à aula. “Ela está adorando a escola, era o sonho dela”, diz.

Careca TV

A escola também está na nova rotina de Lorena Reginato, de 13 anos. A adolescente teve um tumor no cérebro e ficou conhecida no Brasil inteiro quando criou um canal no youtube – Careca TV. Curada do câncer, o seu dia a dia agora é preenchido com atividades de reabilitação para amenizar sequelas provocadas pelo tumor.

Lorena foi diagnosticada com câncer em 2015. “Foi um choque. Ela sempre foi muito ativa, esportista e de repente emagreceu 9 quilos”, conta a mãe Fiorella Reginato. O tratamento foi bem intenso e em janeiro de 2017, a youtuber anunciou em sua página no Facebook que está curada.

O câncer provocou sequelas na fala e nos movimentos da adolescente. Ela faz natação e terapia ocupacional para recuperar o equilíbrio e o movimento das pernas. Para melhorar a fala, faz sessões com uma fonoaudióloga. “Estou encarando bem porque quero me recuperar. Claro que cansa, mas vamos em frente”, diz.

A família mora em Jaú, no interior de São Paulo, e Lorena fez todo o seu tratamento em Ribeirão Preto, a 150 quilômetros de sua cidade. A cada 3 meses ainda precisa ir para Ribeirão para fazer exames e consultas médicas.

Em 2017, ela começou a estudar em uma escola nova. Além disso, faz aulas particulares em casa também. “A minha volta para escola foi legal, mas foi meio estranho também”, comenta a adolescente. Segundo a mãe, a filha ainda está se adaptando aos novos colegas, professores e ao espaço. “Ela tem muita força de vontade e se tem algum problema ela supera muito rápido, se vira bem”, ressalta.

Lorena também retomou suas atividades de lazer, como ir ao cinema, que ela gosta muito. Seu canal, Careca TV, tem mais de 1,7 milhão de inscritos e vai continuar no ar. “Vou manter meu canal, quero fazer paródias, novas séries”, planeja.