Tipos de câncer / Câncer de mama



Câncer de mama | Fatores de risco

Ao contrário de alguns tipos de tumor, para os quais existe relação clara entre um fator de risco e o aparecimento da doença (como é o caso de fumo e câncer de pulmão), no caso do câncer de mama não há fatores isolados que possam explicá-lo. Ainda assim, diversos fatores estão associados a maior risco. Ser mulher, evidentemente, é o maior deles, mas contam também a idade na primeira menstruação e a faixa etária da paciente. A tabela abaixo mostra o impacto dos vários fatores de risco.

cap13-tab1.xlsx

 

O fator que mais aumenta o risco é apresentar um defeito genético raro em dois genes, que recebem os nomes de BRCA1  e BRCA2 (diretamente associados a risco elevado de desenvolver cânceres de mama e de ovário).

É o caso da atriz norte-americana Angelina Jolie, que em 2013 passou por uma mastectomia dupla após descobrir, por meio de uma análise genética, que tinha mutações no gene BRCA1, o que aumentava em 70% o risco de desenvolver um câncer de mama e 40% o de câncer de ovário.

Mulheres portadoras de mutações em um desses genes geralmente pertencem a famílias que já tiveram vários casos de câncer de mama e/ou de ovário, especialmente em parentes mais próximos (mães, irmãs e avós). A mãe de Jolie, a também atriz Marcheline Bertrand, por exemplo, morreu em decorrência de um câncer de mama.