Tipos de câncer / Câncer de ovário



Câncer de ovário | Diagnóstico

Como a paciente não costuma apresentar sintomas nas fases mais iniciais da doença, o diagnóstico geralmente é feito por ocasião de exames clínicos e ginecológicos de rotina ou quando surgem os sinais sugestivos. Infelizmente, não há exame preventivo para diagnóstico precoce, como é o caso do Papanicolaou para o câncer do colo uterino.

A ultrassonografia transvaginal nem sempre permite chegar ao diagnóstico enquanto o tumor se acha restrito ao ovário. Exames de imagem, como tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética, podem ajudar a avaliar a extensão da enfermidade.

Nos casos em que existe ascite, a punção do abdômen com agulha permite coletar o líquido da cavidade abdominal, para pesquisar se há células malignas em seu interior. Outro exame auxiliar é a dosagem da proteína (ou antígeno) CA125 no sangue. É comum que o CA125 esteja elevado no câncer de ovário, mas o valor encontrado deverá ser interpretado em conjunto com os demais dados clínicos e exames de imagem. O CA125 também pode se elevar devido a causas benignas.

ESTADIAMENTO

Tendo em vista tais fatores, o diagnóstico conclusivo é feito na cirurgia, que deve permitir a visualização da cavidade abdominal inteira, para que seja possível a retirada do tumor primário, de ambos os ovários, trompas, útero, parte do peritônio e do máximo de lesões porventura presentes entre as alças intestinais. Os quatro estádios da doença estão descritos abaixo:

cap16-tab1-jpg-700px

Estadiamento do câncer de ovário.