Tipos de câncer / Câncer de pulmão



Câncer de pulmão | Diagnóstico

Em geral, o diagnóstico vem de uma análise de uma tomografia de tórax ou radiografia de tórax, bem como pela biópsia do tumor. A intenção é checar o aspecto radiológico do tumor.

[relacionados]

A biópsia é necessária para garantir que o diagnóstico esteja certo, pois muitas imagens suspeitas podem não ser câncer e sim um processo benigno, como uma cicatriz ou até mesmo uma infecção.

A biópsia pode ser realizada por broncoscopia ou por uma agulha inserida através da parede torácica, em geral guiada por tomografia.

A broncoscopia é um procedimento que consiste em inserir, nas vias aéreas, um pequeno tubo com uma luz na ponta.

Vencer o cancer.indb

Broncoscopia para realização de biópsia, mais usada em tumores localizados nas regiões mais centrais do tórax.

Nos tumores localizados nas porções mais periféricas do pulmão — onde geralmente o adenocarcinoma, tipo mais comum de câncer, está — o procedimento mais eficiente é a biópsia guiada por tomografia.

Vencer o cancer.indb

Técnica para biópsia por agulha fina guiada por tomografia computadorizada, mais usada nas lesões mais periféricas do pulmão.

Alguns pacientes podem apresentar linfonodos aumentados próximos ao pulmão em que se encontra o tumor ou na parte central do tórax, chamada mediastino. Quando existe suspeita de invasão dos linfonodos nesta região, às vezes é indicada sua retirada por um cirurgião, para avaliação por meio de um procedimento denominado mediastinoscopia. Em centros especializados é possível também biopsiar os linfonodos do mediastino por intermédio de um ultrassom endoscópico através do esôfago (chamado de EUS – endoscopic ultrasound) ou através de brônquios grandes que estão no mediastino (chamado EBUS – endobronchial ultrasound).

ESTADIAMENTO DO CÂNCER DE PULMÃO DE CÉLULAS NÃO PEQUENAS

Os quatro estádios do câncer de pulmão de células não pequenas são mostrados abaixo: